Câncer de Ovário - Um Inimigo Invisível que precisa ser levado a sério

O tumor no ovário atinge mais de 6 mil mulheres por ano aqui no Brasil. Os fatores que aumentam o risco para a doença são o avanço da idade, a infertilidade, mas também há um fator hereditário.


O câncer que se forma nos ovários, em sua fase inicial, não se manifesta por sintomas perceptíveis, isso é um fator que o torna ainda mais arriscado. Somente na medida em que a doença avança, os sintomas, como distensão abdominal, dores na região pélvica, perda de apetite e inchaço abdominal, vão se tornando mais perceptíveis.


Todas as mulheres precisam se comprometer consigo mesmas a fazer consultas anuais com o ginecologista, independentemente de sentirem qualquer tipo de dor ou desconforto. Em uma simples consulta, seu médico pode enxergar pequenos sinais que seu corpo apresenta e o tratamento precoce pode salvar sua vida. Foi em uma consulta de rotina com a ginecologista, que minha esposa descobriu um câncer de mama e foi possível fazer o tratamento mais completo. Com o câncer de ovário, isso se torna ainda mais necessário por se tratar de uma doença invisível nos seus primeiros momentos. Cerca de 3/4 dos diagnósticos dessa doença só são feitos quando ela já se desenvolveu para outros órgãos.


A cada ano são descobertos no Brasil mais de seis mil novos casos de câncer de ovário, de acordo com informações do Instituto Nacional de Câncer. E ginecologistas alertam para a necessidade de conscientizar as mulheres sobre o cancro de ovário para que seja possível reverter a rotina de diagnosticar a maioria desse tipo de doença somente quando já se encontra em metástase.


O autoconhecimento do corpo é extremamente importante neste caso, para estar alerta aos sinais que o organismo físico pode apresentar. Há ainda que estar mais atenta se há casos em sua família. Comumente há relação de hereditariedade com esse tipo de câncer.


O avanço da idade é outro dos fatores que devem ser levados em consideração, aliado a outros como infertilidade ou não ter tido filhos. Há casos em mulheres que já engravidaram, mas em quantidade muito inferior.


Crédito da imagem: Médico vetor criado por brgfx - br.freepik.com


E o tratamento? Como é feito?

Há uma combinação de tratamentos. A cirurgia é quase sempre necessária. Ela deve ser realizada por um oncologista especializado em ginecologia ou por um cirurgião oncológico. Em seguida à cirurgia, habitualmente vem a quimioterapia e outros medicamentos. Nos últimos anos, a medicina evoluiu e apareceram drogas mais eficientes, como uns inibidores de vasos sanguíneos, que ajudam no controle do avanço da doença.


É meu dever trazer esses assuntos médicos à baila no meu blog por que cuidar bem da saúde, estar atenta aos sinais que o corpo dá e autoconhecimento estão diretamente ligados à minha missão, que é trazer às mulheres autoestima, autoconfiança e segurança a respeito do seu próprio corpo!


Cuide-se! Você merece dedicar seus melhores tratamentos a você mesma! Priorize-se!


Se você quiser conhecer meu trabalho, ou se estiver pronta para agendar sua própria Experiência Fotográfica Sensual, com uma sessão de fotos boudoir empolgante, entre em contato comigo!


Loester é fotógrafo de boudoir, sensual e retratos em Brasília - DF e região com larga experiência na área e com certeza te fará sentir-se muito à vontade em seu ensaio sensual


Fone: (61) 981.384.379

Instagram: http://www.instagram.com/loester

WhatsApp: http://bit.ly/3h5rUWV


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo